Pupunha na Manteiga de Ervas e Crocante de Bacon

| |

Nada mais é do que um refogadinho de pupunha. Para os que estão fora do Brasil ou não estão familiarizados, pupunha é uma espécie de palmito rústico (chama o tio gooogle!).
A parte do meio da pupunha desfia sozinha e foi ela que eu usei nesta receita, mas você pode usar qualquer parte da pupunha com auxílio de um descascador de alimentos e fazer as "tiras". 


Para fazer os crocantes de bacon você pode levá-lo ao fogo em frigideira antiaderente, neste caso ele vai soltar gordura e fritar, aí é só colocar em papel toalha, mas se você quiser um bacon mais light, clique --> aqui.
Eu aqueci uma colher (sopa) de óleo e 2 colheres (sopa) de manteiga de ervas, aquela maravilhosa que eu já dei a receita --> aqui. Juntei a pupunha desfiada e deixei cozinhar, servi com os bacons crocantes por cima. 


Vai dizer que não é uma entrada que faz bonito? E é uma delícia! Vai por mim!

-------------------------------UPDATE-------------------------------------
* Deixa eu corrigir um "erro" porque né? Tem gente que...né? Melhor nem...
O nome correto é PALMITO de pupunha, ok?
Só que gente, quem vive no meio gastronômico sabe do que eu tô falando. TODOS os chefs, restaurantes e afins chamam de pupunha. Todo mundo entende e vive feliz! O prato mais famoso de todos, que é do Alex Atala  --> esse também tem nome errado e tem outros tantos mil, então vamos parara de nhênhênhê com o nome das coisas? Cada um chama o que quiser do que quiser e isso não vai mudar nada no universo, combinado? 

31 comentários:

  1. Tati nunca vi esse pupunha hehehe. Vou ficar atenta. Tem gosto de palmito?
    Bjs
    Alessandra P.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tati. A pupunha é a planta que fornece a haste de palmito (uma delas, na verdade) para ser industrializada. No seu caso, usou a haste "in natura", sem os condimentos a que estamos acostumados.
    Falo isso porque acompanho um projeto de produção de palmito por uma cooperativa e alguns assentamentos rurais aqui na Bahia. Então me meto a esperta... rsrs
    Sabe que já comi ela, mas sempre assada no forno? Confesso que não achava nada tão maravilhoso.
    Mas esta sua alquimia deu uma cara MARAVILHOSA.
    Assim que conseguir encontrar uma haste, vou testá-la. AMEI!!!
    Beijos e muito obrigada

    ResponderExcluir
  3. Tati,
    As delicias do norte, conheço a pupunha de quando vivi em Manaus, mas não recordo o sabor, a receita ficou linda.
    Beijo
    VÂnia

    ResponderExcluir
  4. Alessandra tem gosto de palmito mas não é em conserva, eu usei o in natura então é menos ácido e mais suave.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Nina, eu fiz uma receita com ele assado, e amei! Logo mais vou postar!:)

    ResponderExcluir
  6. Pupunha?! Não conheço, não deve existir em Portugal, mas deve ser bom.
    Bjinhos.

    ResponderExcluir
  7. Estou com água na boca, deve ser uma delícia!!! Bjs, Carol

    http://segredinhosdecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Flor, na verdade a pupunha é um fruto pequenino que dá na pupunheira. O palmito está no caule, sabe como? Então o certo é vc chamar palmito de pupunha, pq pupunha é outra coisa.

    ResponderExcluir
  9. Pois é Renata, eu não me ligo muito nesses detalhes técnicos, minha praia é comida. Mas até o chef estrela Alex Atala o chama assim, de modo que vai dar muito trabalho corrigir a classe gastronômica inteira, então vamos evitar fadiga né? Deixa assim mesmo gata!

    ResponderExcluir
  10. Deve ficar uma delícia!!esse palmito é bom demais!
    bjs
    Maura

    ResponderExcluir
  11. Pra mim tanto faz o nome, põe essa perfeição de prato na minha frente, pra mim vai se chamar: FOME!!!! Um bju... sou vidrada neste blog

    ResponderExcluir
  12. No meio gastronômico de quem não conhece PUPUNHA né? Porque no meio gastronômico nortista, de onde vem a pupunha, as pessoas sabem bem diferenciar pupunha de palmito de pupunha.
    Como o seu Blog é nacional, você deveria se atentar um pouco mais a isso, pq eu li o título do post e me interessei, achando que era pupunha, mas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai que dó, que dó, que dó que me dá de gente invejosaaaaa....

      Excluir
  13. Desculpa Silvana, vou ali ajoelhar no milho e já volto tá?
    :*

    ResponderExcluir
  14. Ai, que gente chata! Pronto, falei!

    Tua receita tá ótima Tati!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  15. Tati, tu é uma figuraça, hahaha. Ajoelhar no milho é um pouco fora de moda, quem sabe tu ajoelha na quinua ou na cevadinha, muito mais "cool", hahaha.

    ResponderExcluir
  16. Ops! quinoa, não vamos gerar mais polêmica gramatical.

    ResponderExcluir
  17. aiii que saco essas pessoas ficarem corrigindo o tempo todo!!! Entenderam??? Não, pergunta numa boa, parem de ficar dando AULA!!! Bjos Tati

    ResponderExcluir
  18. Adoro suas receitas Tatiana você tem receitas dos livros açúcar união? Se tiver coloca pra gente não deu pra comprar os livros,obrigada.

    ResponderExcluir
  19. Tati-quebra-barraco, o negócio é o seguinte, como me afino muito com a sua forma de explicar as receitas, peço-lhe, ajoelhada no milho, a sua receita de tomate seco caseiro. AMO.
    Beijos dessa aqui que te gosta muito.

    ResponderExcluir
  20. Alyne - "sou feia mas tô na moda" (Tati-quebra-barraco) kkkkkkk!

    Então, eu nunca fiz tomate seco porque parece que fica muuuito tempo no forno. Vou "caçar" umas receitas aqui, quem sabe já inventaram um método mais fácil, aí eu testo e te mando! Bjs

    ResponderExcluir
  21. Sou do norte, vivo no nordeste e sou apaixonada por pupunha e palmito de pupunha. Quando vi o título, fiquei doidinha, pois achei que realmente era uma comida feita com a pupunha propriamente dita. Quando vi a receita fiquei louca, deu água na boca e desespero (pq aqui, Natal-RN, num tem como comprar o palmito fresco, pelo menos nunca achei), apesar de não ser com o ingrediente que eu imaginava eu fiquei muito animada com a receita!! É realmente maravilhosa!
    Tati, você arrasa, quando crescer quero ser igual a você!!!
    Obs.: A Pupunha é uma frutinha DELICIOSA de cor alaranjada. Faz-se cortes em sua casca e cozinha a pupunha na água e no sal. Eu AMO comê-las com sal e um azeite bem gostoso!! Se tiver a oportunidade, vale a pena provar!!
    Tudo de bom!!

    Marília Rodrigues, Natal-RN

    ResponderExcluir
  22. não conheço pupunha! mas de aspeto está delicioso.

    tudo de bom
    paula

    ResponderExcluir
  23. HUM!!!!! PUPUNHA, PALMITO DE PUPUNHA, INGREDIENTE IN NATURA... NOSSA TATI VC QUASE CAUSOU UM DESEQUILÍBRIO NO BOM ANDAMENTO DO PAÍS... BOM ENQUANTO SE DISCUTE A QUEDA DO DOLAR POR CONTA DA POBREZINHA DA PUPUNHA, APROVEITA O MILHO QUE VC IRIA AJOELHAR E MOSTRA MAIS UMA DAS SUAS RECEITAS MARAVILHOSAS,HEIN? TATI ATALA RSRSRSRS BRINCADEIRAS A PARTE AMO TUDO QUE VEJO POR AQUI. PARABÉNS BJS NO CORAÇÃO (DESCULPE, MAS SE NÃO ESCREVO EM CAIXA ALTA NÃO CONSIGO TECLAR/ POSTAR)

    ResponderExcluir
  24. hehehehe confesso tbm que achei que era uma receita com a pupunha propriamente dita, pq aqui em Belém se vende pupunha em cada esquina, tipo assim, como batatinha frita, cachorro quente.. sabe? é um "passatempo" gostosinho. E é como a Marília Rodrigues aí de cima falou, na água e sal e ta td bom! Agora tbm confesso que nunca comi palmito de pupinha =( e fiquei de água na boca com essa tua receita!

    ResponderExcluir
  25. Vivendo e aprendendo com o panelaterapia rsrs...
    Nunca tinha ouvido falar em pupunha...fiquei curiosa quero esprementar onde encontro? Como é vendido? Igual palmito mesmo?

    ResponderExcluir
  26. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    Quanta polêmica minha gente!!!
    Já deu essa guerrinha de egos, né?
    O blog é da Tati e ela escreve como bem entender!
    Que assim que lí o título já saquei que se tratava do tal "palmito", pois nunca tinha ouvido falar na frutinha não sei de onde... ah vá!
    Desde de quando "o" tal PUPUNHA ficou famosinho pelas bandas de cá (leia-se São Paulo e adjacências), sempre ouvi chamarem o "dito" de apenas e somente PUPUNHA.
    Então chega, todo mundo já entendeu, quem não entendeu e precisou de um desenho, tem a "fotenha" aí pra explicar melhor que não é a frutinha laranjinha, e sim o palmitinho pupunha desfiadinho, ok?!
    Agora vamos cuidar do que nos interessa?
    Tati, parabéns pelo "Panela" (íntima... rs), pela forma como escreve, se dedica ao blog, aos seus seguidores, leitores e afins e por sua personalidade!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  27. Lu, é que eu piquei salsinha na tábua dos 10 mandamentos em outra vida! kkkkkkk mas no fundo eu me divirto com essa minoria que gasta tanta energia (do mal) comigo! :)

    ResponderExcluir
  28. Julia Zandonadi Zanirato19 de novembro de 2011 22:37

    Adorei a receita e tb saquei logo de q se tratava do palmito. Acho q é coisa das bandas daqui de "SunPaulo"....tb nunca tinha ouvido falar q tinha frutinha.....além de gostar das receitas, adorei a devolutivas as "professoras e pesquisadoras" de plantão.....kkkkkk

    ResponderExcluir
  29. Oie, uma amiga minha me indicou o blog, ela adora.
    Domingo fizemos a receita, ficou dos Deuses, facil, pratica e DELICIOSAAA.
    Adoramos, obrigada Tati
    Cassia

    ResponderExcluir

Somente depois de aprovado seu comentário será publicado, isso pode levar alguns minutos.